Voltar
Smec apresenta Plano de Ações Pedagógicas
Sexta - Feira, 19 de Fevereiro de 2021
Documento contém protocolos para garantir a segurança de professores e alunos na volta às aulas
Responsive image
A secretária da Educação e Cultura (Smec), Rosane Loose, a nutricionista da Smec, Juliana Piaia, a coordenadora geral das Escolas Municipais de Ensino Fundamental, Luciane Pinto, e a coordenadora das Escolas Municipais de Educação Infantil, Liamar Dellamea, representaram a Administração Municipal de Frederico Westphalen em reunião com a promotoria de justiça nesta quinta-feira, 18. O encontro teve como objetivo discutir o retorno das aulas presenciais no município e apresentar o Plano de Ações Pedagógicas, que estabelece os protocolos para o retorno às aulas em Frederico Westphalen.

Conforme Rosane, a rede municipal de ensino de Frederico Westphalen seguirá o Decreto Estadual nº 55.758, de 15 de fevereiro de 2021, que estabelece que o ensino no Estado será presencial/remoto/escalonado, com atividades pedagógicas presenciais e não presenciais, excepcionalmente, dentro e fora do ambiente escolar, em tempos e espaços variados.

Plano de Ações Pedagógicas

Para orientar o trabalho de professores e informar da maneira mais didática possível aos pais e responsáveis pelos alunos, a Smec elaborou o Plano de Ações Pedagógicas, embasado na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9394/96 (LDB), à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), Referencial Curricular Gaúcho.

“Nosso objetivo é garantir o acesso, a permanência e a continuidade dos estudos de acordo com as novas legislações estabelecidas pelas esferas federal, estadual e municipal em decorrência da pandemia. Vamos priorizar a saúde e a segurança dos estudantes, professores e da comunidade escolar, evitar aglomerações e diminuir a circulação de pessoas”, explicou a secretária a Educação.

Segundo Rosane, a Smec está alinhada às orientações do Centro de Operações de Emergência (COE) e da Secretaria Municipal de Saúde e, com o Plano de Ações Pedagógicas, vai garantir que o número de estudantes em sala de aula e nos demais espaços das escolas seja correspondente às medidas estabelecidas.

Desenvolvimento

Para Rosane, a volta às aulas é extremamente importante, pois o ambiente escolar proporciona o contato entre professores, estudantes e colegas, o que é um diferencial para o desenvolvimento das aprendizagens. “A volta, mesmo que de forma escalonada, dará suporte para que os estudantes recuperem os conhecimentos básicos necessários para dar continuidade aos estudos no ano em que se encontram, de forma qualitativa e igualitária, consolidando, assim, as competências e habilidades de sua faixa de escolaridade”, destacou a secretária.

Clique e acesse o Plano completo: https://abre.ai/ccfF 
Fonte: Letícia Severiano / ASCOM
FOTOS
COMENTÁRIOS