Voltar
FW registra saldo positivo de 264 novos empregos formais em 2021
Terça - Feira, 11 de Maio de 2021
Indústria e comércio alavancam as contratações no início de 2021
Responsive image
Os empreendedores de Frederico Westphalen têm papel fundamental na movimentação da economia, prova disso é a geração de 264 novas vagas de empregos formais apenas no primeiro trimestre de 2021. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados no dia 28 de abril pelo Ministério da Economia.

Nos três primeiros meses de 2021, ocorreram 1.221 admissões e 957 desligamentos, grando saldo positivo de 264 novas vagas no período. Os números positivos são observados em diferentes setores e foram alavancados, principalmente, pela indústria e pelo comércio que, juntos, representaram em torno de 210 das vagas abertas. Em todo o ano de 2020, o saldo foi de 539 novos postos formais de trabalho.

Segundo o secretário de Indústria Comércio e Turismo, Alessandro Molossi, os dados demonstram um movimento de retomada da economia e a identidade empreendedora do município. “Ao analisarmos os números de 2020 em relação aos municípios da região e do Estado que já eram significativamente positivos, o primeiro trimestre de 2021 confirma que estamos em um caminho de crescimento econômico, e estamos alcançando índices semelhantes daqueles registrados antes do início da pandemia”, destacou Molossi.

A Administração de Frederico Westphalen, através da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, tem promovido ações e projetos e participa ativamente junto à classe empresarial, se consolidando a cada dia como elo entre o Poder Público e a iniciativa privada na promoção do fomento ao empreendedorismo que tanto movimenta as economias locais.

Trabalhadores informais

Os dados do Caged consideram somente os trabalhadores formais com carteira assinada, não entrando nesse cenário os trabalhadores informais.
“Sabemos da importância dos trabalhadores informais para as economias locais na geração de renda e manutenção das famílias e, em relação a isso, programas específicos buscam dar suporte a essa categoria”, adiantou Molossi.

Conforme o secretário, os números do Caged são coletados diretamente das empresas e se referem ao setor privado com carteira assinada, enquanto que os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) são obtidos por meio de pesquisa domiciliar e abrangem, também, o setor informal da economia.

“Nossas políticas públicas de incentivo aos micros, médios e grandes empreendedores trazem resultados práticos e positivos. Esse grande crescimento no número de vagas formais registradas comprova que os empreendedores e trabalhadores de Frederico Westphalen superam as dificuldades e seguem impulsionando o desenvolvimento do município”, pontuou o prefeito de Frederico Westphalen, José Alberto Panosso.
 
Os dados e números podem ser acessados aqui. 
Fonte: André Piovesan/Ascom
FOTOS
COMENTÁRIOS