Voltar
Campanha Maio Amarelo deste ano traz o tema: Juntos salvamos vidas
Quarta - Feira, 18 de Maio de 2022
A ação tem o intuito de alertar a sociedade para o elevado índice de mortes e feridos no trânsito
Responsive image
O mês de maio é conhecido pela campanha Maio Amarelo, criada há oito anos pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, e neste ano, a ação foi lançada na última quinta-feira, 11, e traz o tema: Juntos salvamos vidas. O movimento tem como objetivo colocar em pauta o elevado número de mortes e feridos no trânsito. E acende um alerta para o poder público e sociedade, para a prevenção de acidentes no trânsito.

O Diretor do Departamento de Trânsito, Giovani Candito, comenta sobre as ações que o Departamento tem feito em especial para este mês de maio, “Desde o início do mês já fizemos diversas atividades, como visitas às escolas municipais e estaduais, informando aos alunos sobre a importância da direção defensiva e cuidados no trânsito. Aumentamos as operações juntamente com a Brigada Militar, divulgando as orientações de trânsito”. Giovani também destaca que os cuidados com o trânsito seguro não são apenas no mês de maio, mas sim o ano inteiro. 

Confira as dicas que o Departamento de Trânsito Municipal traz para a população: 

1. Usar corretamente o cinto de segurança em todos os ocupantes do veículo; 

2. Usar capacete certificado e de forma correta ao pilotar a motocicleta tanto para o motorista quanto para o passageiro; 

3. Não transportar pessoas no compartimento destinado ao transporte de cargas; 

4. Não transitar na contramão da via;

5. Próximo às escolas, reduzir a velocidade do veículo e redobrar a atenção;

6. Conduzir o veículo e utilizar o celular, constitui em infração gravíssima e risco de acidentes; 

7. Respeitar a preferência do condutor que está transitando na rotatória; 

8. Obedecer às orientações dos agentes de trânsito;

9. Estacionar o veículo em locais permitidos para estacionar; 

10. Se consumir bebidas alcoólicas ou remédios que comprometam a atenção no trânsito, não dirija. 
Fonte: Fabrício Lemos/ Ascom
FOTOS
COMENTÁRIOS